Seven Seas

Seven Seas RPG, uma Terra em um universo paralelo no século XVII, a era de ouro da pirataria. Aventuras de capa e espada, batalhas navais e um mundo inteiro pra descobrir e explorar o aguardam.

Fale Conosco

Procurados
Procurados Seven Seas

Últimos assuntos
» Parceria com Hero Story RPG
Sex 06 Jul 2018, 15:15 por Eric-Nero

» [Aventura] Um novo começo
Sex 29 Jun 2018, 11:03 por OtakuFedido

» [Aventura] Tudo tem seu preço... A ser pago.
Qua 09 Maio 2018, 23:04 por Delara

» [Evento] Chegada ao deserto
Qua 02 Maio 2018, 09:45 por Hiruma

» [Aventura] A Escola de Feitiçaria Francis para Piratas.
Ter 10 Abr 2018, 13:11 por Francis Mc'Dowell

» [Ficha] Anne Bonny - Anne Bonny
Sex 06 Abr 2018, 08:07 por Teach

» O Barco Escravista
Qua 04 Abr 2018, 22:12 por Apolo

» [Tripulação] Bad Company
Ter 03 Abr 2018, 09:09 por Teach

» [Evento] Delegação de Persis
Sab 31 Mar 2018, 15:20 por Hiruma

Prêmios do Mês
Hiruma
Narrador
Eponine
Herói
Missão
Francis
Interpretação
Kristopher
Vilania
Staff Online

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Por favor, faça o login para responder

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

em Seg 17 Jul 2017, 19:32

A arte do Sandėris (literalmente, pacto) é uma tradição mágica poderosa na Sarmácia. Losejas (plural: losejai) é o indivíduo que pratica o Sandėris, depois de firmar contratos comprometedores e poderosos com uma criatura sobrenatural conhecida como dievas (plural: dievai). O objetivo do losejas é descobrir o nome completo e verdadeiro de seu dievas, para que consiga destruí-lo. O objetivo do dievas é fazer do losejas um Vilão. Os dois se esforçam para destruir um ao outro, mas apenas um deles sairá vencedor.

Concorrendo apenas com os sorciers de Porté de Montaigne ou com as streghe del Sortilegio de Vodacce, os feiticeiros agem inseridos numa estrutura rígida e severa de alianças e parcerias. São regidos pelo Ratas, o Círculo. Todos os losejai fazem automaticamente parte do Círculo, queiram ou não, e, sendo assim, são regidos por suas normas. Caso não façam isso, serão caçados pelos Purificadores (“Valytuvai”), agentes do Círculo com um mandado especial para perseguir e eliminar os losejai renegados.

Como Funciona

Todo losejas tem um demônio só seu, um dievas, que enxerga e escuta tudo que o losejas faz — e, muitas vezes, até mesmo o que losejas deixa de fazer. Tem ciência total do que acontece em torno de seu losejas , mas é importante destacar que o dievas não lê a mente nem sente as emoções do losejas. Todo dievas tem o mesmo objetivo: anular o contrato, ganhar liberdade e permissão para firmar um novo contrato com alguém que não seja tão versado nas regras. Alguém que ele possa usar e manipular. Todo Pacto que um dievas faz é no sentido de alcançar esse objetivo, todo preço que o demônio cobra de seu losejas serve para promover seus planos.

Os losejai veem seu contrato com os dievai como um fardo. Eles não são parceiros: são carcereiros. A relação entre dievas e losejas é mutuamente destrutiva, e ambos sabem disso. Mas a vida não ocorre no vácuo, e os dois estão tentando alcançar seus objetivos. O losejas Heroico quer manter seu dievas sob rédea curta, garantir que o demônio não vá promover o massacre, a devastação e o sofrimento. Mas não há como negar o poder de um dievas, e chega um momento em que é necessário fazer um pacto com o Diabo que você conhece — literalmente — para não selar um acordo com o demônio que você nunca viu antes.

“Bem, Tecnicamente…”: a Verdade Exata

Os losejai costumam se expressar de maneira clara e direta. Geralmente tentam evitar a linguagem poética ou floreada, pois acreditam que essas coisas turvam a discussão. O importante é o preto no branco. Chamam isso de Tiksli Tiesa, ou a “Verdade Exata”. A Verdade Exata é a forma da lei. As regras da maneira como foram escritas. O sentido preciso, direto e declarado. Os losejai não fazem inferências: enunciam com exatidão o que querem dizer, o que desejam, o que estão dispostos a negociar e o que esperam em troca.

E aprenderam a fazer isso com os dievai. O dievas é uma criatura inteligente que não deixa de ser honesta à sua maneira. Cumpre os termos de seus acordos e contratos. O dievas também é perverso e cruel. Tem seus próprios desejos, objetivos e planos. Seu poder é considerável, mas é também sua única moeda de troca. A criatura o protege possessivamente. O dievas sempre cumpre suas promessas, mas apenas no sentido mais estrito e literal, chegando muitas vezes a distorcer o Favor, transformando-o em algo que o losejas não queria.

E o que isso significa para você, Mestre ou jogadora? Numa outra seção deste livro, aconselhamos o Mestre a ser generoso com as informações que ele fornece. Não é o caso agora. Esclareça e deixe explícito o que você quer e o que você não quer. O Mestre tem permissão — e nosso incentivo — para desvirtuar suas palavras do losejas, desde que isso não invalide tecnicamente o acordo. Ele não pode redefinir palavras. Você não pode dar uma de Obi-Wan Kenobi e dizer ao Luke que Darth Vader traiu e matou o pai dele, porque isso, tecnicamente, não é verdade. Mas você poderia dizer ao Luke que o pai dele foi um grande cavaleiro Jedi que sucumbiu durante a guerra. “Eu lhe disse a verdade, tecnicamente. Ele sucumbiu… ao Lado Negro.”

DESTRUIÇÃO DE UM DEMÔNIO PESSOAL

Cada Pacto que o losejas faz com seu dievas permite aos dois lados ganhar mais poder e influência. Quem não é losejas não percebe que a fonte desse poder é o nome do dievas.

Cada Pacto é um pedaço do nome verdadeiro do dievas. Imagine-os como letras ou sílabas que, quando reunidas, formam uma palavra. Quando o losejas invoca o poder de Sandėris, ele chama seu dievas pelo nome e incorpora o poder do demônio.

Ninguém sabe ao certo o que acontece quando o losejas faz o Sétimo Pacto. Alguns losejai acreditam que eles e seus dievai são destruídos, outros creem que somente um dos dois encontrará seu fim. Pouquíssimos losejai acreditam que firmar o Sétimo Pacto faria com que losejas e dievas se unissem numa só entidade (algo que o Ratas nega veementemente).

Uma das lendas afirma que o dievas entra no mundo como entidade física no momento em que o Sétimo Pacto é selado. Tanto o dievas quanto o losejas sabem quando o outro está por perto. E, mais importante ainda, o dievas que se manifesta no mundo como entidade física tem liberdade para agir como bem entender... mas também pode ser destruído, exatamente como qualquer outra entidade física.

Pactos

Toda vez que a Heroína adquirir a Feitiçaria Sandėris, seu dievas receberá um Pacto. A losejas escolhe dois Favores Menores de qualquer Pacto que o dievas tiver, e ela sempre poderá invocar esses Favores usando um Ponto Heroico. Em troca de um Favor Menor, a losejas só precisa pedir o efeito. O acordo que ela fez com o demônio inclui esse Favores insignificantes. Se a losejas quiser invocar um Favor durante uma Sequência de Ação, isso vai lhe custar uma Aposta, além do Ponto Heroico de praxe.

O dievas não pode negar os Favores Menores: eles fazem parte do Pacto global que a losejas fez com o demônio. O preço é baixo, mas amargo.

O custo usual para um Favor Menor seria algo como...

• “Erga um brinde em meu nome!”
• “Eu faço o que você pediu, mas você vai ter de me agradecer. E é bom que o faça com sinceridade.”
• “Quero um aperto de mão camarada, um sorriso, e que você me olhe nos olhos.”

Se a losejas quiser executar um Favor Menor que ainda não tenha comprado, ela poderá usar um Ponto Heroico (e uma Aposta, se for uma Sequência de Ação) para pedir a seu dievas um Favor como esse. Na maioria dos casos, o ato exigido pelo dievas é saldar uma dívida com um outro dievas. Eles tramam e maquinam entre eles mesmos, tanto quanto com seu losejas mortal, trocando favores numa rede complicada de intrigas e obséquios.

O custo usual de um Favor Menor que a losejas não comprou seria algo como...

• “Da próxima vez que você for a Sperus, procure um homem de um braço só chamado Markos. Compre para ele um par de sapatos confortáveis.”
• “Em Feniksowo, há um mendigo que as crianças chamam de Tonho Triste. Faça com que ele passe pelo menos uma noite deitado em berço esplêndido.”
• “Em Cinco Velas, vá ao banco do bairro vodatiano. Dê um jeito de chegar ao cofre número 13. Pegue a carta que encontrar lá dentro e entregue-a a uma mulher de nome Oksana.”

O Favor Maior já é uma outra história. O losejas não escolhe um Favor Maior específico ao adquirir Feitiçaria. O dievas sempre será capaz de prestar um Favor Maior, mas isso vai sair bem caro. O dievas sabe que, para pedir algo assim, o losejas deve estar desesperado, e homens desesperados costumam tomar decisões ruins, aceitam fazer coisas que normalmente não fariam.

O custo usual para um Favor Maior seria algo como...
• “Vá para Carleon. Procure o capitão Horatio Oakes da Marinha Real Avaloniana. Faça com que ele perca a patente.”
• “Em Villanova, há um sacerdote chamado Padre Vitale. Ele tem boa reputação e é querido pelo povo. Cuide para que o expulsem da cidade, completamente desgraçado. Ou para que o matem. Tanto faz.”
• “Em Eisen, há dois irmãos chamados Dietrich e Alfons Weber. Convença um deles a trair o outro para ficar com toda a herança do pai. Tanto faz qual deles.”

Um Favor Maior sempre resulta em um Ponto de Corrupção, não importando o favor em si. As consequências de ações de larga escala no mundo vão além do que um mortal é capaz de entender, brandando tal poder naturalmente faz você mudar. Isso vem em adição de qualquer Corrupção que o seu Favor causar, ou que os atos pagamento podem causar.

O Favor Maior sempre acarreta um ponto de Corrupção, mesmo quando se tem a impressão de não haver motivo para isso. As consequências de provocar uma alteração tão profunda no mundo têm um alcance que escapa à compreensão dos mortais, e deter tamanho poder muda a natureza de uma pessoa. Esse ponto se soma à Corrupção que o Favor normalmente causaria (por exemplo, mandar seu dievas destruir uma cidade) ou que seria provocada pelos atos exigidos em contrapartida (por exemplo, matar o primogênito de um rei porque um dievas mandou é algo que certamente faria você ganhar mais Corrupção).

Se não cumprir sua parte no acordo, o losejas não conseguirá pedir Favor algum (seja Menor ou Maior) até resolver isso. Se o preço exigido pelo dievas se tornar inalcançável, o dievas poderá oferecer um outro custo, mas é quase certo que o novo preço será ainda mais difícil e moralmente comprometedor que o primeiro.

Cada Pacto apresenta exemplos de Favores que um dievas que o tenha é capaz de prestar, mas os Favores Maiores não são definidos de maneira tão restrita. Em geral, o dievas é capaz de fazer qualquer coisa. Qualquer coisa.



Última edição por Teach em Ter 09 Jan 2018, 22:02, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

em Seg 17 Jul 2017, 19:32

Cada Pacto apresenta exemplos de Favores que um dievas que o tenha é capaz de prestar, mas os Favores Maiores não são definidos de maneira tão restrita. Em geral, o dievas é capaz de fazer qualquer coisa. Qualquer coisa.

[Trevas]

A dievas que tem o Pacto de Trevas é capaz de manipular as sombras e a escuridão, esticando-as ou encolhendo-as. Ela enxerga e escuta através das sombras, utiliza-as como passagens e pode até mesmo dar forma física a uma sombra e usá-la para ferir outra criatura.

Favores Maiores

• Provocar um eclipse, mergulhando uma área grande na mais absoluta escuridão (por exemplo, uma cidade inteira).
• Invocar uma fera de sombras, um monstro pavoroso feito de escuridão absoluta, para perseguir e matar uma criatura à sua escolha.

Favores Menores

• Escurecer completamente um aposento.
• Observar uma área ou outra personagem através das sombras. Você enxergará e escutará tudo como se estivesse parado ali nas sombras, e todos os seus sentidos funcionarão normalmente.
• Abrir um portal de sombras para percorrer imediatamente uma pequena distância até uma outra sombra ao alcance da visão.
• Fazer com que uma criatura seja atacada pela própria sombra, infligindo-lhe 1 Ferimento toda vez que a criatura realizar uma Ação nesta Rodada.
• Envolver-se num manto de sombras para se tornar indetectável. Toda e qualquer tentativa de localizar você por meios terrenos vai fracassar automaticamente (você não precisa usar Apostas para evitar a detecção).

[Fogo]

O dievas que tem o Pacto de Fogo é um ser feito de chamas vivas; seu sangue é capaz de derreter pedras e o mero contato com sua pele ateia fogo à madeira. Ele é capaz de criar e manipular o fogo, restaurar objetos danificados ou destruídos pelas chamas ou fazer chover labaredas devastadoras.

Favores Maiores

• Criar uma enorme tempestade de fogo e destruir absolutamente tudo num raio de trinta metros.
• Invocar um Monstro implacável e feito de chamas vivas que atacará um ou vários inimigos para cumprir uma única ordem (apesar de ignorar possíveis qualificativos, como “sem matar ninguém” ou “mas não ateie fogo em nada”).

Favores Menores

• Criar chamas controladas e contidas, de tamanho igual ou inferior às de uma fogueira.
• Apagar todas as chamas expostas de um recinto.
• Atear fogo às roupas de uma outra criatura, infligindo-lhe 2 Ferimentos toda vez que a criatura realizar uma Ação nesta rodada. A criatura pode realizar uma Ação para apagar as chamas, encerrando o efeito.
• Reconstruir um objeto portátil que tenha sido destruído pelo fogo, devolvendo-o à condição em que se encontrava antes de ser exposto ao fogo.
• Envolver uma arma em chamas sobrenaturais, fazendo-a infligir 1 Ferimento a mais toda vez que ela for usada para atacar; a arma derreterá ou ficará reduzida a cinzas no fim da cena.

[Frialdade]

A pele coberta de gelo de uma dievas que tem o Pacto de Frialdade emana uma névoa visível. A dievas é capaz de congelar a água ao mero contato, e talvez até mesmo com um simples olhar. Pode transformar um homem num bloco congelado e estilhaçá-lo com a ponta de um dedo, ou então cortar dezenas deles com garras absurdamente afiadas e feitas de gelo.

Favores Maiores

• Mergulhar uma região num inverno súbito e violento, que fará a vegetação morrer de exposição ao frio extremo, congelará lagos e riachos e provocará uma nevasca numa área com uns 750 metros de raio.
• Provocar uma avalanche e toda a destruição decorrente. A avalanche é grande o bastante para destruir por completo uma vila montesa de tamanho moderado.

Favores Menores

• Congelar uma personagem ou objeto que o losejas tocar, revestindo o alvo com uma fina camada de gelo. Enquanto estiver nessa condição, a personagem ou objeto não poderá ser danificado nem destruído diretamente.
• Reconfigurar ou mudar como você quiser a forma do gelo, com precisão de detalhes. O objeto terá exatamente a aparência que você deseja. Por exemplo, você poderia modelar uma chave de gelo para destrancar uma porta específica, mesmo que nunca tenha visto a chave que a abre.
• Congelar água parada ou de fluxo lento e solidificá-la o suficiente para que se possa andar em cima dela numa área de aproximadamente nove metros quadrados.
• Criar um objeto portátil e feito de gelo sólido, como uma espada, por exemplo. O objeto funcionará como um espécime normal do mesmo tipo até o fim da cena, quando então derreterá inofensivamente até desaparecer.
• Estilhaçar um bloco de gelo apenas com um toque. Se houver alguma coisa aprisionada no gelo estilhaçado, você poderá optar por libertá-la sem avaria alguma ou por fazê-la em pedaços também.

[Tempestade]

O dievas que tem o Pacto de Tempestade pode ser tão imprevisível quanto o vento. Ele flutua no ar sem fazer esforço e tem controle perfeito de seus movimentos. É capaz de transformar um sopro num tornado, com a mesma facilidade que um mortal respira, ou invocar o raio com um estalar dos dedos.

Favores Maiores

• Formar um furacão ou tornado a partir de condições meteorológicas tranquilas. A tempestade vai devastar uma área de aproximadamente 1,5 quilômetro de raio.
• Convocar o raio durante uma tempestade para abater uma criatura à sua escolha, matando-a instantaneamente.

Favores Menores

• Criar ventos constantes que vão soprar numa direção à sua escolha durante uma cena.
• Acalmar uma tempestade já existente, transformando um pé d’água em chuva branda. Fortalecer uma tempestade já existente, transformando uma chuva branda num tremendo pé d’água.
• Ter, durante uma cena, a habilidade de provocar o raio ou uma trovoada e usá-los como distração. Você poderá provocar o raio ou o trovão usando uma Aposta durante um Risco.
• Invocar uma forte corrente de ar ascendente, que permitirá a você saltar uma distância horizontal ou vertical que seria impossível percorrer sem esse empurrãozinho ou amortecer uma queda que poderia ter sido fatal.
• Lançar um raio e derrubar uma criatura (ou criaturas, no caso de um Pelotão de Brutamontes ou Monstros), jogando-a até três metros para trás e na direção diametralmente oposta à sua. Se a criatura se chocar com algo sólido (uma parede, por exemplo), ela sofrerá 3 Ferimentos por causa do impacto. De um jeito ou de outro, ela cairá no chão logo em seguida, atordoada, e terá de usar a próxima Ação para se levantar.

[Mar]

A forma de um dievas que tem o Pacto de Mar pode variar (algumas vezes é uma criatura de escamas negras, recoberta de algas e cracas; outras vezes é uma criatura com a forma aproximada de um homem, mas feita totalmente de água), mas seu poder é incontestável. Ele pode afogar um homem sentado no topo de uma montanha, convocar um vagalhão para devastar uma cidade portuária inteira ou comandar criaturas monstruosas das profundezas.

Favores Maiores

• Criar um vagalhão de proporções quase apocalípticas, capaz de varrer completamente uma cidade costeira da face de Terra.
• Invocar um Monstro das profundezas para arrastar um navio inteiro para baixo d’água. A criatura não seguirá instruções, mas não atacará diretamente quem a invocou nem a embarcação a bordo da qual o conjurador estiver, a menos que seja provocada.

Favores Menores

• Saber a localização exata de qualquer embarcação num raio de dez milhas náuticas de sua atual posição.
• Aplacar águas turbulentas e torná-las navegáveis ou passíveis de percorrer a nado, ou então enfurecer águas calmas.
• Ter, durante uma cena, a habilidade de sobreviver na água como se esta fosse ar. Você ainda nada normalmente, mas desenvolve a habilidade de respirar e enxergar debaixo d’água tão bem quanto faria em terra.
• Provocar a elevação ou a queda do nível de um corpo de água em até 1,5 metro. Cada variação de trinta centímetros levará um minuto para se completar.
• Remover toxinas, venenos ou substâncias nocivas de um recipiente contendo até vinte litros de água. A água passará a um estado de perfeita pureza, limpeza e transparência. Este Favor não transforma água do mar em água doce.

[Conhecimento]

Os dievai que preferem o Pacto de Conhecimento costumam adotar a aparência do típico teano, mas talvez se aconcheguem numa capa volumosa ou usem uma máscara para esconder o rosto. Podem recorrer a todo o conhecimento acumulado pelos homens ou outras criaturas. Também controlam a ligação entre a mente e o corpo e podem rompê-la a qualquer
momento, transformando o corpo mortal de um teano numa prisão da qual a mente da vítima não conseguirá escapar.

Favores Maiores

• Separar a mente do corpo de uma criatura. A criatura continuará viva, mas não conseguirá mais falar nem se mexer.
• Alterar uma lembrança específica na memória de uma grande quantidade de pessoas. Você poderia fazer todos que tenham visto você nas últimas 24 horas esquecerem completamente sua presença. Eles vão se lembrar do resto, mas, para todos os efeitos, a parte da lembrança que tocaria a você será um vazio.

Favores Menores

• Responder sim ou não a uma única pergunta fatual. A pergunta deve se referir obrigatoriamente apenas a fatos já transcorridos. O dievas pode até insistir no contrário, mas ele não é capaz de prever o futuro com mais precisão do que sua losejas.
• Descobrir a localização exata de qualquer objeto à sua escolha. A exatidão se refere tanto à posição quanto à natureza do objeto.
• Descobrir uma informação, mesmo que esta tenha se perdido. Vale tudo, desde uma antiga fórmula alquímica a um mapa que levaria você a um refúgio náutico secreto.
• Apagar uma lembrança específica da mente de um único personagem. Você poderia fazer um homem esquecer que um dia falou com você, ou fazer o inimigo esquecer seu rosto. Este Favor costuma ter efeitos secundários graves na psique da vítima, principalmente quando a lembrança esquecida passa a ser examinada.
• Devolver uma mente deteriorada ao pleno exercício de suas funções. Infelizmente, este efeito só persistirá durante uma cena, e a personagem voltará a seu estado mental anterior logo depois disso.

[Amor]

Os dievai que têm o Pacto de Amor conhecem as paixões do coração teano. A aparência deles muito provavelmente dependerá das predileções do losejas, pois vão buscar uma forma capaz de atrair e seduzir a vítima e, ao mesmo tempo, deturpar de alguma maneira esse desejo (uma bela mulher, perfeita em todos os detalhes, a não ser pela cor vermelho sangue de sua pele; ou um Adônis que tem, no lugar dos cabelos, víboras zangadas e agressivas).

Favores Maiores

• Fazer uma pessoa se apaixonar perdidamente por alguém. A palavra-chave é “perdidamente”: a vítima ficará obcecada com o objeto de seu desejo e fará literalmente qualquer coisa para ficar com o ser amado.
• Levar todas as criaturas num raio de 150 metros a um frenesi insano, fazendo-as atacar tudo e todos nas proximidades. Ficará impossível acalmar as pessoas afetadas e será preciso lidar com elas fisicamente.

Favores Menores

• Saber a resposta para uma única pergunta referente ao vínculo emocional entre duas pessoas quaisquer só de olhar para elas. A Mestre terá de responder honestamente a essa pergunta, mas geralmente usando não mais de cinco palavras.
• Manipular as chamas da paixão de uma outra criatura, elevando seu estado emocional e deixando-a na condição de “bater ou correr”, ou então obrigá-la a se acalmar, tornando-se quase dócil.
• Saber qual é o maior medo de uma personagem ou a coisa que ela ama ou deseja acima de tudo.
• Descobrir se uma outra personagem está mentindo para você. Diz respeito apenas àquilo que a personagem acredita ser verdade, e não à verdade absoluta. Se alguém disser a você que seu pai morreu, a única coisa que você vai conseguir com este Favor será saber se a pessoa acredita honestamente ou não no que acabou de dizer.
• Induzir uma outra personagem a ceder a seus instintos mais vis, mesmo que normalmente não fizesse tal coisa.

Ver perfil do usuário

em Qui 18 Jan 2018, 11:56

Para a criação de um novo Pacto faça da seguinte maneira. Crie um tópico com o seguinte titulo: [Criação] Nome do Personagem

E em seguida faça da seguinte forma:

Tipo: Esse Pacto é do que? Alguns exemplos dos que já existem são: Fogo e Trevas.
Descrição: Descreva um pouco sobre esse pacto e alguns exemplos do que um dievas desse tipo pode fazer.

Favores Maiores (Dê dois exemplos do que pode-se pedir com um pacto desse tipo)



Favores Menores (Dê cinco exemplos do que pode-se pedir com um pacto desse tipo)






Código:
[b]Tipo:[/b]
[b]Descrição:[/b]
Favores Maiores



Favores Menores




Ver perfil do usuário
#4Conteúdo patrocinado 


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Por favor, faça o login para responder

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

 
Parceiros
 | Banner PRNR | Naruto Dimension |  | Gray Island |  |  |  |  |  |  |  |  |  | Bulba RPG |  | :: Topsites Zonkos - [Zks] :: |