Seven Seas

Pirataria, navegação, explorar os sete mares, seja um pirata ou alguém da marinha, esse é mais um RPG de forum conhecido como PbF.

Procurados
Procurados Seven Seas

Últimos assuntos
» Leonhard "Egon" Brand
Sab 21 Out 2017, 22:36 por O Pacificador

» [Tripulação] Weiss Kreuz
Sab 21 Out 2017, 22:05 por O Pacificador

» [Criação] Leonhard Egon Brand
Sab 21 Out 2017, 20:45 por O Pacificador

» [Notícias] O Observador #01
Qua 20 Set 2017, 11:25 por Teach

» [Aventura] Um presente divino entregue pelo diabo
Qua 20 Set 2017, 10:30 por Teach

» [Aventura] O tesouro dos Cavaleiros dos Glamours
Seg 18 Set 2017, 10:10 por Teach

» [Criação] Leviathan
Seg 18 Set 2017, 09:32 por Teach

» [In-Game] Carta da Companhia
Ter 12 Set 2017, 09:29 por Teach

» Companhia de Troca Atabeana
Seg 11 Set 2017, 12:28 por Teach

Staff Online

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Por favor, faça o login para responder

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

em Dom 27 Ago 2017, 17:14

"Nós sempre fizemos contratos com Lwa, mas sempre
de fora. Os teanos nos ajudaram a traze-los para dentro."

Em Thèah, feiticeiros as vezes barganham com poderes fora da Terra. Os Zynys fazem pactos com eles, os Cavaleiros herdam o manto e aqueles tocados por Matushka sentem seu poder imposto a eles. Mas nenhum deles faz o que os praticantes de Kap Sèvi faz. Conhecido como Sèvitè, eles são os poucos corajosos (ou desesperados) que deixam parte da sua alma de lado convidando aquelas forças a entrarem no espaço vazio que ficou.

O Lwa

O básico de Kap Sèvi é a veneração de antigos espíritos chamados Lwa (lo-WAH) e uma prática que vem desde Ifri chamada de Kurwa (kur-va). O Sèvitè não só expandio o que as sacerdotizas Kurwa poderiam fazer, mas encontraram uma novo, talvez oculto, aspecto dos Lwa. Enquanto a relação entre Kap Sèvi, Kurwa e os Lwa parece simples, alguns Sèvitè acreditam que eles apenas raspado a superfície dos poderes Lwa.

Em Ifri, apenas sacerdotizas praticam Kurwa, realizando oferendas aos Lwa em troca de favores. Quando os praticantes de Kurwa foram escravizados e levados a Jaragua, a brutalidade de seus captores levou aos devotos a pedir um novo modo para os Lwa: descartando um pedaço de suas almas e dando espaço para o Lwa preencher essa vazio.

O convite de possessão ajudou aos fiéis a alcançarem os aspectos mais obscuros e vingativos dos Lwas e também para acabar com a escravização do seu povo. Ouvindo a voz dos Suplicantes os Lwa abriram as portas para homens também poderem invoca-los.

Ess convite de possessão ajudou os devotos a explorar os aspectos mais obscuros e mais vingativos dos Lwa, e também ofereceu um módico indulto do pesadelo que eles sofriam como escravos. Foi nesse tempo de puro desespero que os Lwa sentiram a angustia de seu povo e abriu as portas para os homens invocarem os Lwa assim como as mulheres. Consequentemente, a prática de Kap Sèvi nasceu desse tormento e seu uso muitas vezes reflete as terríveis circunstâncias que os Sèvitè se encontravam aguentando a escravidão que se tornava algo rotineiro para a Companhia de Troca Atabeana.

Como Funciona

Quando você adquire a Vantagem Feitiçaria, você escolhe um Lwa que você conheça como invocar junto com um Gran Met (gran-met), ou poder, que você saiba como pedir. Pedir a um Lwa pelo Gran Met errado ou por um sem saber qual Lwa pedir pode custar ao Sèvitè sua alma. Cada vez que você adquire a Vantagem Feitiçaria, você aprende um Gros (groh) Gran Met, ou Poder Maior, e dois Ti (ti) Gran Met, ou Poder Menor. Esses Gran Met podem ambos de um novo Lwa ou de um Lwa que o Sèvitè já conheça como invocar.

Assim que o Sèvitè invoca um Lwa, ele o convida para dentro de seu corpo oferecendo partes de si mesmo para o espírito. Se o Sèvitè desejar usar o Gros do Lwa, ele deve oferecer sua Virtude; se o Sèvitè desejar usar o Ti do Lwa, ele deve oferecer uma de suas Peculiaridades. Enquanto o Lwa ocupar o corpo, o que quer que tenha sido oferecido está fora de alcance e o Sèvitè  não pode utilizar ou ativar.

Um Sèvitè pode apenas pedir a um Lwa por um Gros e dois Ti uma única vez. O Sèvitè pode oferecer mais de si mesmo para o Lwa depois de sua invocação inicial, mas uma vez que o poder foi dado ao Lwa ele não pode ser tirado. A Virtude e Peculiaridade do Sèvitè retornam apenas após o Lwa ir embora.

Hospedando um Lwa

Uma vez convidado, o Lwa continua dentro do corpo do Sèvitè até o próximo nascer do sol na manhã seguinte. Não há nenhuma maneira conhecida de expulsar um Lwa convidado e não há relatos de algum Lwa sair de um hospedeiro antes. Uma vez que o pacto foi feito, o Sèvitè deve ser o hospedeiro do Lwa até o próximo nascer do sol, com sua própria alma ocultada para dar espaço ao Lwa.

Os Lwas não gostam de dividir um hospedeiro. Na verdade, um Sèvitè só pode ser conduzido por um único Lwa por vez. O Lwa hopedado impedirá qualquer tentativa de invocar outro Lwa além de recusar ao Sèvitè o seu Gran Met. Isso não só tira qualquer poder do Sèvitè que o Lwa concedia, como também o deixa sem usar sua Virtude ou Peculiaridade até o nascer do sol.

Interessantemente o Lwa consegue hospedar multiplos Sèvitè ao memso tempo. Alguns especular que é porque o Lwa não habita completamente o Sèvitè, tendo assim poder de sobra para hospedar outros.

Curiosamente, um Lwa pode conduzir múltiplos Sèvitè ao mesmo tempo. Alguns especulam que isso é por causa do Lwa não habitar completamente o Sèvitè. Apenas um pedaço do Lwa chega dentro de um Sèvitè, deixando bastante poder para viajar em outras almas.

Os Lwa
A seguinte seção lista apenas alguns das centenas de Lwa venerado. Esses cinco são de longe o mais popular e proeminentes Lwa em Jaragua, mas eles não podem ser considerados uma lista completa.

Badagris (baah-dah-GRI)
Quando Badagris aparece, ela normalmente veste um avental de couro, carrega um conjunto de línguas e cheira a fuligem e metal quente. Num instante, entretanto, seu semblante pode mudar para de uma guerreira. Vestida com armadura e brandindo uma espada negra de composição sobrenatural, Badagris controla justiça, proteção, guerra, violência, fogo e ferro. Seu nome significa "Ela Rasga" e enquanto ela é conhecida por matar qualquer um que a ofenda, ela também é uma artesã respeitada e conhecida por ajudar os outros. Ela é a irmã de Jakuta e muitas vezes força seu irmão a ajuda-la em sua patronagem.

Gran Met
Um Sèvitè convidando Badagris a conduzi-lo tendem a ser quente ao toque. Ele se torna irritado rapidamente, mas sua raiva pode ser rapidamente apagada se ele puder mostrar como as pessoas estão tornando o mundo um lugar melhor. O Sèvitè conduzido por Badagris são suscetíveis a atos de caridade e boa vontade ou repentinos surtos de violência. Ambos satisfazem Badagris.

Martelo GROS
Para Badagris, o corpo humano é outra ferramenta para ser usada; quando sua ferramenta quebra, você não joga ela fora. Em vez disso você reforja ela no fogo e a concerta. Enquanto conduzido por Badagris, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para instantaneamente curar todos os Ferimentos entre sua terceira e quarta Ferida Dramática, incluindo a terceira e quarta Ferida Dramática.

Prego GROS
Para muitos, chega uma hora quando sua existência já passou da hora. Para essas pessoas, Badagris irá com prazer criar o caixão e colocar o último prego. Quando conduzido por Badagris, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico enquanto causar a outro personagem uma terceira Ferida Dramática para imediatamente deixar o personagem Desamparado. O Sèvitè pode ativar esse Gros uma vez por Aventura.

A Fome TI
As chamas da forja precisam de constante cuidado: a fogo bem alimentado produz a aço mais forte. Enquanto conduzido por Badagris, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para consumir qualquer coisa e ganhar nutrientes disso. Terra. Metal. Madeira. Qualquer coisa que couber no Sèvitè irá nutri-lo.

Liberto TI
Badagris conhece a fraqueza em cada corrente; ela não pode ser presa. Enquanto conduzida por Badagris, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para escapar de qualquer amarra, prisão ou algemas.

Pele Escura TI
O calor da forja calejou o corpo de Badagri, ajudando a tolerar o calor do fogo e continuar inabalável em seu lugar. Enquanto conduzido por Badagris, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para suportar qualquer fogo ou chama. O Sèvitè não recebe nenhum dano de nenhuma fonte de calor.

Alma Escura TI
O calor da batalha cobriu o corpo de Badagris de cicatrizes, ajudando-a a suportar e não recuar enquanto aguenta a dor de ferimentos. Enquanto conduzido por Badagris, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para temporariamente impedir de ficar Desamparado. Em vez de ser capaz de realizar uma única ação, o Sèvitè pode agir normalmente por um turno inteiro enquanto Desamparado. Além disso, durante esse turno normal, o Sèvitè ganha dois Dados Bônus por qualquer Riscos que ele tentar. Entretanto, o esforço de Alma Escura é exaustivo para Badagris e ela só pode usar esse efeito uma vez por Episódio.

Bawon Gé (BA-won GAY)
Quase que universalmente retratado usando uma cartola (uma moda sem duvida pega dos comerciantes vesteneses), casaco preto, e uma máscara de caveira ou uma caveira de verdade como rosto, Bawon Gé é a Lwa da morte, túmulos, lápides e cemitérios. Lendas dizem que ela é a primeira pessoa a ser condenada a morte erroneamente e por causa desse erro judiciário foi dado a ela o posto de Lwa. Ela é casada com Barão Lkwa, outro Lwa que ajuda Bawon Gé em sua patronagem.

Gran Met
Um Sèvitè convidando Bawon Gé para conduzi-lo ela diversas vezes grita por obscenidades e cospe. Gé pode ser temperamental: se apresentada a comida que ela não gosta, ela irá tentar moder os braços do Sèvitè. Para manter Bawon Gé controle, o Sèvitè deve lembra-la dos prazeres da vida, frequentemente com rum e charutos.

No Grev GROS
É dito que ninguém pode morrer até Bawon Gé cavar sua cova. Enquanto conduzida por Gé, o Sèvitè decide que covas são cavadas e quais não são. Enquanto conduzido por Bawon Gé pode-se usar um Ponto Heroico para proteger qualquer personagem de ser morto. Desde que Bawon Gé conduza o Sèvitè, o personagem selecionado não pode morrer, mesmo se estiver desamparado.

Lamèci (la-may-see) GROS
Algumas vezes uma pessoa não morre quando é sua hora. Em vez disso ele continua entre os vivos trazendo miséria e tristeza para seus parentes e amigos próximos. Quando isso acontece, a família frequentemente reza para Bawon Gé para levar o seu amado antes de sua hora. Enquanto conduzido por Bawon Gé, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para matar um personagem Desamparado que concorde com isso. Isso não causa Corrupção.

Guardião Eterno TI
Como patrona dos mortos, Gé também é responsável pelos vestígios mundanos. Enquanto conduzido por Bawon Gé, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para proteger um cadáver dos efeitos de Feitiçaria, incluindo Kap Sèvi. Por exemplo, corpos tocado por Guardião Eterno não podem ser erguidos como espectros por Hexenwerk e o Lwa não podem se comunicar com eles.

Solo Sagrado TI
Além de proteger cemitérios, é da Alçada de Gé manter locais sagrados dos Lwa seguro de forças exteriores. Enquanto conduzido por Bawon Gé, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para consagrar uma pequena área. Feitiçaria não pode ser usada enquanto está no Solo Sagrado; qualquer Ponto Heroico usado para algum poder mágico é retornado ao feiticeiro.

Janela para a Alma TI
Quando os mortos chegam antes do previsto, algumas vezes Bawon Gé descobre o que matou eles e garante que as coisas sejam corrigidas. Enquanto conduzido por Bawon Gé, o Sèvitè pode tocar um cadaver e usar um Ponto Heroico para ver — pelos olhos do morto — o seus últimos momentos de vida.

Paredes de Cemitério TI
Muitos acreditam que as paredes de um cemitério são construídas para manter os vivos de fora, mas a verdade que elas também mantém os mortos para dentro. Enquanto conduzido por Bawon Gé, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para proteger uma parede. Desde que o Sèvitè conduzido por Bawon Gé fique dentro dos limites da parede, nada inumano pode atravessa-la, nem entrar ou sair.

KAP SÈVI É UMA RELIGIÃO?
Kap Sèvi não é uma religião tradicional no sentido teano. Além das obvias convicções, espíritos e tradições de múltiplas religiões, Kap Sèvi não tem uma crença, conjunto de livros ou uma tradição oral unificada. Kap Sèvi é mais uma atitude sobre o jeito que o mundo é: em termos Vaticínios, é mais uma ciência que uma religião. Praticantes sabem sobre o Lwa e o que eles podem influenciar e usam eles para ganhar poder. Kap Sèvi é mais um modo de agir do que um conjunto de crenças ou um credo que alguém pratica ou divindades para venerar. é um conjunto de regras que qualquer um pode praticar para receber um poderoso benefício no mesmo sentido de que alguém segue certas regras e práticas para transformar um pedaço de minério em uma bela peça de joalheria. É claro que, dizer a um praticante que Kap Sèvi não é uma religião é uma bela maneira de começar uma briga.


Mareaux (mei-ROH)
Alguns Sèvitè acreditam que Mareaux é dois Lwa — um irmão e uma irmã — mas qualquer um que já foi conduzido por Mareaux rapidamente percebe a verdade. O gênero de Mareaux é indefinido e está constantemente em mudança; Isso algumas vezes leva ao Sèvitè masculino receber alguns traços femininos e a Sèvitè feminina receber hábitos masculinos. Mareaux possui poder sobre a noite, segredos, trevas, mistérios, verdade e razão. Outros Lwa vêem Mareaux como uma criança divina e fazem de tudo para ajudar a completar o seus deveres.

Gran Met
Um Sévitè que convida Mareaux para conduzi-lo subitamente vê o mundo com outra perspectiva. Preconceitos e opniões são removidos, e um conhecimento universal o envolve. Tal como o Sèvitè fica perdido nos próprios pensamentos e tende a divagar. A perspectiva de Mareaux pode ser esclarecedora, mas as vezes é visto como uma distração.

Egregore (EHG-rah-gohr) GROS
Aqueles próximos de Mareaux as vezes descobre a voz de Mareaux dentro de suas cabeças. Enquanto conduzido por Mareaux, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para incluir alguém em seus pensamentos. Qualquer um com acesso a isso pode comunicar-se livremente (não verbalmente), desde que Mareaux conduza o Sèvitè. Após Mareaux ir embora, o efeito para de funcionar.

Destemido TI
Mareaux fará você acreditar que não há nada a temer nas trevas. Enquanto conduzido por Mareaux, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para ignorar qualquer e todo o medo, incluindo Medo causado por Monstros, Feitiçaria e outros efeitos mágicos. Note que isso não dá a mesma resistência a seus companheiros.

Nuit Jumeaux (noo-EE ZHOO-moh) GROS
Mareaux controla mistérios.  Enquanto conduzido por Mareaux, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para tornar a própria sombra sentiente. A sombra se torna semi-corpórea, obedecendo comandos simples. A sombra é capaz de espionar e bisbilhotar e atividades semelhantes, mas não pode pegar objetos ou interagir com pessoas. Se realizar alguma ação perigosa, ela tem Força 5 (Rola 5 dados) e usa Apostas de acordo. Se ela receber um único Ferimento, ela instantaneamente retorna ao Sèvitè e se recusa a ser reanimada até o próximo por do sol.

Irreconhecível TI
Mareaux estudou as sombras do mundo, sussurrando os segredos do mundo. Enquanto conduzido por Mareaux, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para espreitar nas sombras e ver lugares que ele não conseguiria chegar. O Sèvitè pode usar esse poder para ler a um registro escondido em uma gaveta trancada ou observar um ato ilícito acontecendo nas sombras da noite. O Sèvitè deve saber para onde olhar e a área deve estar coberta de sombras o Sèvitè não consegue enxergar nada na luz enquanto usar Irreconhecível.

Inesquecível TI
Coisas acontecem na luz que Mareaux nunca irá esquecer. Enquanto conduzido por Mareaux, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para alocar qualquer coisa em sua memória e nunca, nunca mesmo, esquece-la. Isso dá ao Sèvitè uma memória perfeita, até mesmo se uma Feitiçaria ou trauma tentar remover a memória.

Imperdoável TI
Coisas acontecem a noite e Mareaux recusa a deixa-lo esquecer. Enquanto conduzido por Mareaux, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para alocar algo à memória de alguém. A cena é gravada no cérebro da pessoa até o dia que ela morrer (e talvez até mais), resitindo qualquer tentativa de remoção.

Papa Ahron (AH-hrohn)
Algumas vezes chamado do Lwa Silencioso ou o Primeiro Pai, Papa Ahron é retratado como um homem velho carregando uma bengala, usando um chapéu de abas largas e fumando um cachimbo. Ele está sempre acompanhado de um cachorro que ele chama de Ati-Gbon ou Atibon. Papa Ahron tem domínio sobre pessoas perdidas, silêncio, confusão, os perdidos e os Lwa. Ele é visto como uma pai, ou avô para todos os Lwa, mas nunca pede a suas crianças ajuda em seu dever.

Gran Met
O Sèvitè que convida Papa Ahron a conduzi-lo se encontra falando com dificuldade. É propenso a esquece palavras ou gramáticas e pode desenvolver problemas na fala como gagueira ou começar a balbuciar. Vários Sèvitè descobriram que esses problemas diminuem na presença de um cachorro ou se seus lábios estão úmido e sua sede saciada.

A Voz Perdida GROS
Enuqnato Papa Ahron nunca fala por si mesmo, ele fala por aqueles que não podem. Enquanto conduzido por Papa Ahron, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para falar como substituto por qualquer um, vivo ou morto. O Sèvitè deve ser capaz de tocar o corpo do alvo ou algum pertence de valor e extremamente pessoal ao alvo. Deve haver outro participante para se juntar a conversa, já que o Sèvitè não pode falar por si mesmo. Isso não dá ao Sèvitè nenhum conhecimento do que o alvo deseja, isso só permite ao Sèvitè a agir como receptáculo para o alvo falar.

Li Bliye (lee BLEE-yay) GROS
Memória é algo delicado e as pessoas tendem a esquecer mais do que elas se lembram. Para Papa Ahron, isso pode ser uma grande vantagem. Enquanto conduzido por Papa Ahron, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para sumir da memória de todos por uma Cena. Qualquer um interagindo com o Sèvitè pode ver ele, falar com ele e ouvi-lo, mas assim que o Sèvitè sair, ela se esquece sobre o Sèvitè alguma vez ter estado ali.

Lucidité (lu-SEED-ee-TAY) TI
As histórias dizem que Papa Ahron, sendo o mais velho e sábio dos Lwa, conhece onde todas as crianças estão o tempo todo. Enquanto conduzido por Papa Ahron, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para formar uma conexão com qualquer outra pessoa conduzida por Papa Ahron. O Sèvitè conhece a localização geral do outro possuído, detectando seu humor atual e ver por seus olhos.

Encruzilhada TI
Entre tantos poderes, Papa Ahron também age como um guardião para os Lwa. Ele sozinho decide quando um mortal é permitido a falar com os Lwa e irá rapidamente parar sua voz ele falar as palavras erradas. Enquanto conduzido por Papa Ahron, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para perguntar aos Lwa uma única pergunta e ganhar uma maior clareza do mundo. Os Lwa são obrigados a responder honestamente já que mentir para Papa Ahron é uma grave ofensa. O Narrador deve providenciar uma resposta direta ao que foi perguntado, mas não é necessário elaborar.

Som San Yopa TI
O Silêncio vale ouro e Papa Ahron sabe não desperdiça-lo. Enquanto conduzido por Papa Ahron, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para se mover sem fazer barulho por uma Cena. O Sèvitè pode ainda ser visto, cheirado ou sentido, mas nenhuma presença audível pode ser detectada. O Sèvitè deve ainda ser sutil enquanto usar Som San Yopa; o Lwa não pode esconder ações que seriam engenhosamente óbvias como o disparo de uma arma perto da cabeça de alguém ou gritar na cara de outro.

Visão San Yopa TI
Há horas que um pai quer ver, mas não ser visto, e Papa Ahron dominou essa técnica. Enquanto conduzido por Papa Ahron, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para para se mover sem ser visto por uma cena. O Sèvitè ainda pode ser escutado, cheirado ou sentido, mas nenhuma presença visual pode ser detectada. O Sèvitè deve ainda ser sutil enquanto usando Visão San Yopa; o Lwa não pode esconder suas ações que seriam engenhosamente óbvias como apunhalar alguém no peito ou jogar um punhado de farinha para o alto.

Sousson (SO-sahn)
Descrições de Sousson são poucas e a maioria dos Sèvitè concordam que é por causa de sua aparência repugnante. Sousson é muitas vezes definhado, com cabelos finos e pele amarelada, coberta de feridas, furúnculos e verrugas. Apesar de sua aparência, Sousson é um Lwa alegre e divertido. Sua patronagem se extende a doenças, lesões, doenças mentais e perfumes. Embora não possua esposa, Sousson possui muitos filhos. Todos possuem sua aparência e muitas vezes o ajudam em seus deveres.

Gran Met
Um Sèvitè convidando Sousson a conduzi-lo desenvolve bolha, chaga e irritações na pele; porém, essas condições de pele são puramente cosmética e não causam sofrimento ao Sèvitè. Diferentemente dos outros Lwa, o Sèvitè raramente precisa apaziguar Sousson, pois ele parece inexplicavelmente exuberante o tempo todo.

Zonbi (ZAHN-bee) GROS
Há muitos mitos e histórias sobre a habilidade de Kap Sèvi de animar os mortos. Infelizmente, se há um Lwa com esse poder, ela ainda não é conhecida pelos Sèvitè. O mais perto disso vem do poder de Sousson de criar um Zonbi. Enquanto conduzido por Sousson, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para mascarar qualquer sinal de vida em um personagem Desamparado. Seu batimento cardíaco diminui, seus olhos ficam turvos e sus musculatura enrijece. Ele também se torna suscetível a sugestão e pode ser direcionado a tomar ações simples instruídas pelo Sèvitè.

Aliados Improváveis GROS
Eles dizem que aonde Sousson vai, eles está acompanhado de amigos, mas ele sempre deixa inimigos por onde passa. Enquanto conduzido por Sousson, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para instantaneamente criar laços de amizade com qualquer um. Isso inclui Vilões. Entretanto, uma vez que Sousson sair do Sèvitè, esse efeito desaparece o o alvo pode ressentir o Sèvitè, dependendo de como foi tratado.

Pureza TI
Pureza é a maior razão que os Sévitè veneram Sousson. Seu dom por liberar o corpo de doenças, ambas físicas e mentais, é cobiçado por muitos que buscam esse Sèvitè por ajuda. Enquanto conduzido por Sousson, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para remover qualquer enfermidade, doença, ou distúrbio não sobrenatural que uma pessoa esteja experienciando. Isso não cura Ferimentos e não pode ser usado para curar doenças resultadas de Monstros ou Feitiçarias.

Máscara do Pária TI
Eles dizem que ninguém olha nos olhos de um leproso. Enquanto conduzido por Sousson, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para fazer outras pessoas evita-lo como se tivesse a praga. A aparência do Sèvitè se torna mais horrível e ele produz uma aura que causa pessoas a evitarem olhares e saírem do caminho do Sèvitè. Se um Herói desejar se aproximar de alguém usando a Máscara do Pária ele deve ou usar um Ponto Heroico ou se parte de uma sequência, usar uma Aposta; qualquer interação física requer uma Aposta adicional além do que custaria qualquer Ação.

Purificar TI
Sousson acredita que prevenção frequentemente é o melhor remédio. Enquanto conduzido por Sousson, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para remover qualquer contaminação de qualquer objeto, material ou substância. Isso pode ser usado em lençóis infectados com a praga ou água carregando alguma bactéria prejudicial.

Bon Zanmi (bohn zan-MEE) TI
Uma vida de curar doenças muitas vezes deixa diversas pessoas agradecidas, e Sousson é sempre capaz de encontrar alguém que ele ajudou. Enquanto conduzido por Sousson, o Sèvitè pode usar um Ponto Heroico para saber de alguém por perto que ele tratou previamente e agora deve um favor.

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Por favor, faça o login para responder

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

 
Parceiros
 | Banner PRNR | Naruto Dimension |  | Gray Island |  |  |  |  | Mutosphera RPG |  |